Que tal uma viagem de carro pelo sul da Espanha? Essa foi a frase que ouvi quando estava conversando sobre férias com um amigo. E lá fui eu!

Seguindo a dica do amigo nativo, voei para Madri e fiquei na capital espanhola uns 3 dias curtindo a melhor vida noturna da Europa nos inúmeros bares espalhados por toda a cidade.

Madri é uma cidade fácil de agradar. Arborizada, é cheia de lojas pra quem curte fazer compras e ótimos museus pra quem espera algo mais cultural.

Imprescindível um giro pela Plaza Maior e uma visita ao Museu do Prado.

Para os apaixonados por arquitetura a dica é uma visita às torres Puerta de Europa, inclinadas uma de frente para a outra.

Sem pressa

Para passear sem pressa, escolhi o Parque do Retiro e o Jardins de Sabatini, que ficam no Palácio Real. Se você for no verão ainda descola um show de música, dança e até uma ópera ao ar livre. Encerrei meu tour na Praça de Espanha, que é uma das mais importantes de Madri e de onde sai a Gran Via, principal artéria da cidade. Vi e fotografei os dois importantes edifícios da capital espanhola, a Torre de Madrid e o Edifício España, peguei meu carro e saí da cidade.

Depois de curtir a capital espanhola cheguei, rapidinho, em Toledo. Em uma horinha você chega em uma das cidades mais charmosas da Espanha. Isso sem falar nas ruazinhas estreitas por onde você vai dirigir se sentindo um piloto profissional. Fique espero e nada de raspar o retrovisor, afinal o carro é alugado.

Passei o dia, dormi em um dos seus históricos hotéis e na manhã seguinte encarei quatro horas de estrada rumo a  Córdoba. A estrada é ótima e não dá para cansar. Poucos lugares são tão ricos em cultura e história. Por ali já passaram romanos, árabes e os Reis Cristãos. Todos esses séculos de civilização deram origem a uma riqueza cultural sem tamanho. Não é a toa que Córdoba é conhecida como a “Cidade das Três Culturas”.

Toledo, Espanha

Dança e Música

Meu tour foi pela Calleja de las Flores, onde estão as ruazinhas sem saída mais fofas da Espanha. Conheci o famoso Alcázar de los Reyes Cristianos, um palácio fortaleza com jardins incríveis. É lá que está a famosa Mesquita Catedral de Córdoba, que em termos gerais da história da humanidade, é uma construção quase impossível. Uma Mesquita muçulmana dentro de uma Catedral católica.

Terminei meu tour por Córdoba passeando pelo bairro da Judería, com um comércio ativo e animado. Encerrei a noite curtindo a dança e a música flamenca no Tablao El Cardenal.

E depois desses dois dias maravilhosos, fui dormir, pois sabia que ainda tinha muito mais pela frente.

Paisagem Espanha

Enfim, compras!

Pé no acelerador e logo cheguei em Granada. É lá que fica o famoso Alhambra, um extenso complexo de jardins, palácios e fortalezas, resultado de construções que foram erguidas ao longo dos séculos pelos árabes e pelos reis cristãos. Reservei meio dia para percorrer o complexo com calma. Faça o mesmo porque vale a pena.

Depois fui para Albaicín, o bairro muçulmano com suas ruas estreitas e casas pintadas de branco. Dá para fazer boas compras por ali.

E como ninguém é de ferro, não deixei de passear pelo mercado árabe de Alcaicería, e comprar coisinhas. Encerrei meu dia como uma verdadeira espanhola, saboreando os tapas e indo até o Mirador de San Nicolás para ter uma visão espetacular do Alhambra iluminado a noite.

Prazeres que só uma viagem de carro podem proporcionar!

Sul da Espanha

Espanha e seus vilarejos

E toca em frente! Peguei a estrada em direção a Málaga, passei por Torremolinos e Marbella, as cidades do agito e da badalação no verão. Segui para o interior, rumo aos Pueblos Blancos: Ronda, Olvera, Zahara de la Sierra, Grazalema, El Bosque e Arco de la Frontera. São 150 km de viagem, passando por vilarejos espanhóis incríveis que valem cada Km.

De Arco fui em direção a Jerez de la Frontera, onde fui visitar uma bodega de Jerez, o “vinho do porto” andaluz. Aqui você pode escolher entre dormir em Jerez em um dos seus românticos hotéis ou seguir para o agito noturno em Cadiz. Eu fiquei em Jerez.

Sevilla,Espanha

E para encerrar, terminei minha rota com chave de ouro. Uns dias em Sevilha para visitar a Catedral, o Alcázar e a Plaza de Toros. Me perdi pelo labirinto da parte antiga da cidade, comi mais uns tapas no final da tarde e terminei meu tour pela Espanha com um show de dança sevilhana.

Olé!