Milão é a capital da moda e do design e um dos destinos mais procurados para quem vai visitar a Itália. Por mim principalmente, que morei lá durante anos e volto sempre que posso.
Mas o que a maioria das pessoas não sabe é que ao redor de Milão existem lugares imperdíveis como as charmosas cidades de Vigevano, Cremona, Certosa di Pavia e Monza e os Lagos de Como e Maggiore.

Centro da Cidade de Milão

Alugue um carro no aeroporto ou na cidade e saia para explorar essa região famosa, sofisticada e que esbanja arte e cultura além de boa comida e relax.

Explore os arredores de Milão

Vou seguir a rota que eu fiz mas se você tiver mais tempo inclua também as cidades de Novara, Bergamo e Parma, onde se produz o famoso presunto.

Alugue um carro e descubra o que existe a 30 ou 40 km de distância de Milão

Comece por Monza, a mais próxima. Conhecida por causa da Formula I, ela merece a sua visita. Visite o autódromo, o famoso Parque de Monza e a Vila Real e seus jardins. De lá eu fui para Cremona, uma cidadezinha mágica que atrai turistas por causa da dia fama de cidade rica em cultura, arte e por ser referência mundial na produção de violinos, classificados como os melhores do mundo. Não é a toa que Cremona é conhecida como a Cidade da Música.

Cidade onde viveu Leonardo da Vinci

Depois de Cremona peguei a estrada e segui em direção a Certosa di Pavia. Taí outro destino interessante que poucas pessoas conhecem. Certosa é considerada uma das maravilhas da arquitetura sacra, com um complexo que possui um convento e um santuário. Ali pertinho fica outro lugar super interessante, a cidade de Vigevano, onde viveu Leonardo da Vinci e cuja Piazza Ducale é considerada uma das três praças mais importantes do país. Chegue na praça, pare na parte oposta a Igreja e veja que maravilha de exemplo de perfeição arquitetônica e urbanística.

Café ao ar livre em Milão, Itália
Stresa, Lago Maggiore e Bellagio

De Vigevano fui em direção ao Lago Maggiore, mais precisamente para Stresa, uma cidade na beira do lago, com hotéis super chiques e tradicionais. O lugar é um charme. Fiz um passeio de barco para conhecer o Palácio Borromeo e jantei no restaurante Piccolo Lago, que fica em Verbania, mas de carro é fácil de chegar. É um duas estrelas Michelin imperdível.

Depois do Lago Maggiore segui em direção ao Lago de Como, mais precisamente a Bellagio. Na cidade, considerada a pérola do Lago de Como, caminhei pelas ruazinhas que levam a parte de cima do vilarejo, almocei e aproveitei que estava de carro e fui conhecer Varenna também. Vale a pena.

Depois desse roteiro ao redor de Milão, dirigi meia hora de estrada e já estava de volta, para entregar o meu carro no aeroporto, pegar vôo de volta ao Brasil e mais apaixonada ainda por uma das regiões mais charmosas e sofisticadas da Itália.