Se você está em NY e pensa em fazer um bate e volta em Washington, pode começar a repensar essa ideia. A capital americana merece a nossa atenção. E não só pelo ar de patriotismo que cobre a cidade, mas também pela quantidade de museus, monumentos, praças, parques e história, muita história.

Washington e as estações

Washignton muda muito conforme a estação do ano. Basta você escolher o clima que combina mais com você. No meu caso foi a primavera. E eu adorei.

No verão a cidade é tomada por famílias por causa das férias escolares. Nessa época acontecem muitos festivais de música ao ar livre, esportistas aproveitam o clima praticando, por exemplo, stand up paddle e canoagem no Waterfront Park e você ainda pode assistir uma partida de baseball.

Avenida Boulevard, Washington DC

No outono Washington é mais calma. As árvores são dominadas pelos tons de ocre criando paisagens urbanas incríveis. O clima também é mais ameno e perfeito para passear a pé ou de bike.

Quando chega o inverno, a capital americana capricha no frio. As temperaturas são bem baixas mas em compensação as paisagens que a neve proporciona são espetaculares. O chafariz dos Jardins das Esculturas se transforma em pista de patinação e a cidade ganha uma decoração de Natal que é uma atração a parte.

Mas é na primavera que Washington floresce. As famosas cerejeiras dão um show e o Cherry Blosson Festival atrai milhares de pessoas com seus espetáculos, festas, desfiles de rua e muito agito. Me senti em casa no meio daquela paisagem maravilhosa e toda aquela ferveção de gente pra lá e pra cá no maior astral.

Museus e Monumentos em Washington

Mas independente da época do ano que você escolher para visitar Washington, o que não vai faltar é lugar interessante para visitar. A minha rota foi começar pelo National Mall onde estão reunidos o maiores pontos turísticos da cidade. Aluguei uma bike e explorei todas as longas e arborizadas avenidas.

Fui ao Lincoln Memorial, ao Washington Monument, ao Martin Luther King Memorial e ao Vietnam Veterans Memorial. Mas tem muito mais para quem tem mais tempo também.

Lincoln Memorial em Washington, Estados Unidos

Outra opção, além de explorar por conta própria e de bike, é fazer um tour com aqueles ônibus vermelhinhos, conhecer toda a cidade e depois voltar nos pontos que achar mais atraente.

Lógico que é impossível ir a Washington e não visitar o Capitólio e a Casa Branca. Eu optei pelo tour guiado que me levou também até a National Library, que sinceramente, é de arrepiar. De lá fui para a Casa Branca, que ó vi ver de fora, mas tem que ir, né?

Arte e Cultura

Os museus também merecem uma visita e o que é melhor, muitos são gratuitos. O que não falta é opção. Na minha seleção entrou o National Gallery of Art, o National Museum of Natural History e o National Air and Space Museum. Mas tem também o Smithsonian Institute, Arts and Industry Building e tantos outros.

Todos esses estão concentrados no National Mall o que facilita muito a vida da gente. Mas existem outros que também são bem interessantes como o American Art Museum, o National Portrait Gallery e o Crime Museum para quem, como eu, gosta e escreve sobre o tema.

Museu Nacional Aéreo e Espacial, Washington DC

E para quem quiser conhecer Washington além do National Mall a dica é ir até Chinatown e Downtown para se jogar nas compras, o Eastern Market em Capitol Hill ou curtir os bons restaurantes do PennQuarter. Mas se você não tiver muito tempo siga para Georgetown. Ali eu encontrei de tudo: parques, restaurantes, lojas e muita gente.

Esquece o bate e volta e reserve uns dias da sua viagem aos “States” para Washington. Garanto que você não vai se arrepender.