Nos quase 800 km que separam São Francisco de Los Angeles, seguindo pela Highway 1 você vai relaxar, ver paisagens incríveis e respirar o verdadeiro ar da Califórnia.

Rodóvia Highway 1, centro da Califórnia

São Francisco

Mas antes de alugar seu carro rumo a essa aventura, faça como eu e curta São Francisco por uns dias. Lá a gente se locomove de taxi, metrô, ônibus e Uber, que aliás nasceu em São Francisco. Apesar das ladeiras outra boa opcão são as bikes pois a cidade é repleta de ciclovias. Faça o tour passeando pela Lombard Street, aquela rua tortuosa que todo mundo já viu na TV ou na foto; pelo Little Italy e Chinatown, pelos murais do Mission e pelo Castro, que foi uma boa opção para a noite.

Não deixe de ir até Sausalito para curtir seus cafés, sorveterias e lojas.

Explorando a Califórnia

E finalmente, depois de uns 4 ou 5 dias em São Francisco, eu peguei o carro, programei bem meu GPS e fui explorar a Califórnia. Segui direto para Monterey, que fica a cerca de duas horas. A cidade, que ainda preserva seu clima industrial do século 19, tem lá seu charme com suas cores e inúmeros restaurantes, cafés, lojas e jardins. A visita ao aquário é o passeio principal.

Depois do almoço segui para Carmel pelo Pebble Beach, um condomínio repleto de mansões, paisagens, campo de golfe e muita inspiração para quem, como eu, ama fotografar. Pare para fazer a clássica foto ao lado do cipestre centenário, o famoso Lone Cypress, e curta a beleza local e a natureza. Viajar de carro tem essa vantagem, a gente fica onde quiser e o tempo que achar necessário.

De Carmel à Big Sur

Quando cheguei em Carmel, relaxei passeando pelas lojinhas e visitando as galerias de arte. Mas você pode optar pela praia de areia branquinha, reduto dos americanos nos finais de semana. Carmel é considerada um dos “top 10” destinos nos EUA.

De Carmel fui para Big Sur, uma extensão da estrada Highway 1 repleta de paisagens maravilhosas, penhascos e vegetação de tirar o fôlego. Prepara a máquina fotográfica novamente pois você vai parar muito para fazer fotos incríveis. Outra dica é explorar o Pfeiffer Burns State Park e a sua McWay Falls, uma pequena cachoeira que cai na praia e almoçar no Post Ranch Inn, um restaurante dependurado na montanha à beira mar.

Big Sur, Califórnia, trecho mais bonito da Highway 1

Los Angeles

De lá peguei o carro e segui rumo a Los Angeles ainda pela Highway 1 passando por San Luis Obispo com a bem-conservada missão católica e por Santa Barbara, uma cidadezinha colonial espanhola muito charmosa. Para quem, como eu, curte um bom vinho ali está o famoso percurso do filme Sideways. As vinícolas estão a menos de 40 km de distância.

E finalmente, depois dessa viagem onde eu não pesei o pé no acelerador mas conheci uma das regiões mais fascinantes dos Estados Unidos, chegou a minha hora de conhecer Los Angeles.
Não abri mão do carro porque Los Angeles é cheia de free-ways que te levam aos quatro cantos da cidade.

Rodeo Drive famoso quarteirão de Beverly Hills, Los Angeles

Principais pontos de Los Angeles

Bom, todo mundo sabe o que tem pra ver né? Calçada da Fama, o famoso letreiro de Hollywood, praias, parques temáticos, estúdios de cinema, museus incríveis, mercados e as mundialmente famosas Rodeo Drive, Bervelly Hills, a praia de Malibu, Santa Monica e Venice.

California on the road com certeza é uma rota que todo mundo tem que fazer, pelo menos uma vez na vida!